• IATEL

No dia 20/12/2018 foi realizada a última reunião do ano do IATEL. Estavam presentes os voluntários: Fernando Moraes Silveira (Diretor), Roberto Pacheco (Coordenador Geral), Cristiane Araújo de Moraes Lima (Coordenadora Técnica), Laís Lansky (Fonoaudióloga), Emerson Julia da Silva (Fonoaudiólogo), Stefany Ribeiro (Fonoaudióloga), Francielly Rosana Freitas (Fonoaudióloga) e Vitor Guesser (Estudante de Fonoaudiologia). Nesse encontro foi discutido o tema Organização Social, aspectos sobre a história do IATEL e definido o planejamento para o ano de 2019. As novidades para o próximo ano é a contratação de alguns voluntários como profissionais liberais e a criação do prêmio empreendedor social.

Ao final houve um almoço com toda equipe.



24 visualizações0 comentário
  • IATEL

Atualizado: 14 de Mar de 2019

É no mês de novembro que a campanha nacional de alerta ao zumbido acontece.

Ela foi inspirada no Outubro Rosa. A Campanha é um MOVIMENTO NACIONAL para popularizar problemas desconhecidos da parte interna do ouvido.

Atualmente mais de 28 milhões de brasileiros de todas as idades têm zumbido.

1. O que é zumbido?

É um som que as pessoas escutam no ouvido ou na cabeça, especialmente no silêncio (apito, chiado, cigarra, etc). Algumas só ouvem se prestarem atenção, outras o percebem o dia todo.

2. É comum ter zumbido?

Sim, cada vez mais! o zumbido aumentou de 15% para 24% na população; muito mais do que a asma, diabetes, surdez, cegueira ou alzheimer.

3. Os jovens tem zumbido?

Pesquisas mostram que 37% de crianças e 54% de adolescentes pesquisados tem zumbido

4. O que pode causar o zumbido?

O zumbido é um "sinal de alerta": em adultos e idosos, geralmente e consequência de perda auditiva. Nas crianças e adolescentes ele aparece antes.

As causas que mais podemos prevenir são exposição a sons altos, erros alimentares, e o estresse.

5. O que acontece com quem tem zumbido?

Alguns tem dificuldade para dormir e se concentrar, limitação da vida social, além de ansiedade e depressão.

6. É possível fazer algo para minimizar o sintoma?

Sim! procure um profissional capacitado para poder de ajudar com o zumbido, atualmente existem exames que medem o zumbido, tem alguns tratamentos dos simples aos sofisticados, porém devem ser personalizados para cada caso. Crianças e adolescentes devem ser tratados diferentes. dos adultos e idosos.


Procure ajuda! você não está sozinho nessa batalha contra o zum zum que toca no seu ouvido. O IATEL pode ajudar a amenizar o sintoma. Agende sua avaliação, entre em contato pelo telefone (48) 32256955 ou agendaiatel@gmail.com


Fonte: Folder explicativo da Associação de pesquisa interdisciplinar e divulgação do zumbido - APIDIZ.



Novembro Laranja o IATEL abraça esse movimento!

25 visualizações0 comentário
  • IATEL

Atualizado: 14 de Mar de 2019

Recentemente o IATEL adquiriu o equipamento que realiza o este teste de biorressonância magnética, você já ouviu falar sobre esse teste? sabe o que ele analisa? e qual sua finalidade? Leia esse texto e fique por dentro dos benefícios que o teste pode trazer para você.


1. O que é

É um teste para verificar o equilíbrio magnético corporal. Os desequilíbrios magnéticos podem alterar a dinâmica química e fisiológica corporal e influenciar no estado de saúde da pessoa. Pode-se dizer que é a partir de desarmonias eletromagnéticas que as doenças ou desequilíbrios iniciam.

2. Como funciona?

Através de um equipamento o estímulo elétrico é emitido ao paciente por um bastão que ligado a um software compara as informações captadas. O teste propriamente dito leva 60 segundos. Depois o terapeuta associa o resultado ao exame físico e tece as orientações necessárias.

3. Quais seus principais benefícios?

Realizar de forma não invasiva um check up preventivo e identificar os sistemas e áreas do corpo que estão merecendo maior atenção ou cuidado. Desta forma, ao final do teste o paciente poderá identificar quais profissionais, exames e tratamentos serão necessários em caráter prioritário ou secundário.

4. Faz diagnóstico de doenças?

Não! Seu objetivo é verificar a dinâmica eletromagnética corporal. Como qualquer outro teste ou exame os resultados devem ser comparados com o quadro clínico e o exame físico do paciente.

5. Substitui os exames bioquímicos tradicionais?

Claro que não, pois não tem como foco a analise química. Mas seus resultados podem sugerir uma situação de risco e a necessidade de se fazer uma investigação bioquímica.

6. Quais as contraindicações?

Mesmo sendo um este muito simples, não deve ser realizado com gestantes, portadores de marca passo ou equipamentos similares e DIU de metal. Também não pode ser realizado quando a pessoa está febril ou com alteração de pressão arterial.

7. Existe alguma preparação anterior?

Durante o teste o paciente deve retirar todos os acessórios de metais e permanecer em silêncio. O ambiente não deve ter aparelhos celulares e equipamentos elétricos eletrônicos ligados. Os resultados podem ser influenciados por jejum prolongado ou alimentação em excesso antes do teste, ingestão de medicamentos e drogas e pela restrição de sono.


Para que o IATEL adota essa tecnologia?

Esse teste é realizado pelo serviço de práticas integrativas do IATEL com dois objetivos: 1) associar os resultados aos demais exames em acupuntura e terapia corporal para que o tratamento seja mais eficaz e 2) para estimular o paciente a adotar uma postura preventiva com base em 8 pilares da saúde integrativa: relação equilibrada com a natureza, não ser sedentário, cuidar do corpo e da mente, respirar bem, alimentação saudável, qualidade do sono, controle do stress e consumo responsável.


COLOQUE SUA SAÚDE NA AGENDA. MARQUE SEU HORÁRIO.

Tel (48) 32256955 email agendaiatel@gmail.com



2,918 visualizações0 comentário