• IATEL

Conselho Federal de Medicina perde mais uma.

O CFM perde mais uma batalha na tentativa de monopolizar a acupuntura, prática multidisciplinar, orientada por uma racionalidade integrativa e natural, considerada patrimônio da humanidade. A 7ª Vara Federal Cível do Judiciário de Minas Gerais, em despacho, mandou o CFM retirar do seu portal eletrônico toda e qualquer notícia que sugira, insinue e/ou afirme que a acupuntura é prática exclusiva do médico. Parabéns ao Juiz Federal Vinicius Magno Duarte Rodrigues, nessa decisão a favor da saúde pública e da ética na ciência. É, mais uma vez não deu certo. Se quiser ler despacho do processo, acesse: https://www.facebook.com/Craemg/photos/pb.390108714433039.-2207520000.1556046418./1962262433884318/?type=3&theater


E você fonoaudiólogo, sabe que também pode ser acupunturista, mesmo após a revogação da resolução 272 do CFFª? Se quiser saber mais sobre o tema procure o Grupo de Estudos em Fonoaudiologia e Acupuntura - GEFA, do IATEL.


Roberto Pacheco



58 visualizações

© 2018 por Eduardo M. Silveira.